Home  MESTRADO Mestrado Profissional em Educação e Novas Tecnologias

Mestrado Profissional em Educação e Novas Tecnologias

Duração: 2 anos
Titulação: Mestre
Turno: Diurno
Investimento: R$ 1.200,00 (30 parcelas)
Unidade: Divina
Inscrições Processo Seletivo

Histórico

Dentre as questões que se colocam como centrais no contexto da educação brasileira, destaca-se a formação de professores, razão pela qual, historicamente, tem se constituído em amplo campo de debates e pesquisas, resultando na sistematização de políticas públicas, programas, propostas de governo e produções técnico-científicas. Evidenciando a ênfase em tal temática e apontando direções para o enfrentamento das demandas envolvidas com a mesma, destacamos, das memórias do GT08 Formação de Professores (ANPEd, 2013), a seguinte colocação: "No período de 1992-1993 tomou impulso a ideia de reconfigurar, o então GT Licenciatura, com a finalidade de chegar a contornos mais nítidos de uma outra identidade teórico-metodológica. (...) Constatou-se que o percurso da pesquisa do então GT Licenciatura movimentou-se na busca pela articulação de estudos que envolviam a formação, o trabalho e a identidade docente.

A partir da constatação da mudança na realidade no campo de pesquisa, decide-se pela modificação da denominação do GT, que passou a ser chamado de Formação de Professores. Com essa perspectiva mais ampliada e plural, entende-se como objeto global do campo de pesquisa sobre formação de professores o estudo do processo de construção, desenvolvimento e aprofundamento do conhecimento e das competências necessárias ao exercício da profissão de ensinar, seus impactos e resultados." O redimensionamento do foco e da abrangência das pesquisas no campo da formação docente, apontados pela citação acima, reafirmam a necessidade de verticalização da produção de conhecimentos que considerem os desafios postos, atualmente, no contexto educacional.

Torna-se evidente, neste sentido, a necessidade do implemento de investigações que abordem as Tecnologias da Informação e Comunicação (TIC), mais especificamente, as concepções e usos estabelecidos pelos professores e alunos relativos a tais recursos, nos processos de ensino aprendizagem, quer na educação presencial, quer na educação a distância. Contudo, se, nas últimas décadas, podemos acompanhar no contexto educacional um crescimento no uso das novas tecnologias, tal crescimento não corresponde, na mesma proporção, ao desenvolvimento de pesquisas necessárias para que tais recursos possam impactar na melhoria da qualidade de ensino no Brasil.

Objetivos

Geral:

Formar e qualificar profissionais para a docência na Educação Básica e Ensino Superior, comprometidos com o processo de transformação da sociedade brasileira, que articulem o saber acadêmico, pesquisa e prática educativa, na produção e difusão de novos conhecimentos relativos à formação docente e às novas tecnologias.

Específicos:

- Contribuir para a formação de profissionais da educação a fim de que os mesmos realizem análises críticas no contexto educacional da sociedade contemporânea e atuem na transformação do tecido social em que se insere;

- Formar profissionais e docentes pesquisadores para atuar no ensino, pesquisa e extensão, com domínio dos processos de investigação científica;

- Desenvolver uma visão crítica do ensino, a fim de que os mestrandos analisem os discursos, produzam conhecimento e elaborem novos métodos e práticas educativas;

- Formar docentes, para que atuem, sistematicamente, na educação básica e superior, visando ao desenvolvimento de estudos relativos aos problemas educacionais do mundo contemporâneo;

- Assegurar a articulação do ensino e da pesquisa com a problemática educacional brasileira e institucional;

- Produzir conhecimentos em ambiência universitária presencial, que possibilitem condições permanentes de formação e qualificação dos graduados da região sul e em âmbito nacional;

- Estabelecer integração entre as áreas da ciência que participam da produção de conhecimentos voltados ao campo educacional, a partir da elaboração de pesquisas multidisciplinares e transdisciplinares, com responsabilidade social em acordo com os princípios éticos;

- Fomentar a produção e difusão do conhecimento acadêmico, articulado à qualificação para o trabalho docente, com o uso de tecnologias.

Linhas de Pesquisa

O Mestrado Profissional em Educação e Novas Tecnologias é formado por uma Linha de Pesquisa e três Grupos de Trabalho, os quais abrangem os Projetos desenvolvidos pelos professores conforme suas especificidades.

 - LINHA DE PESQUISA

Formação Docente e Novas Tecnologias na Educação

Descrição: Investigar a formação inicial e continuada nos diferentes níveis e espaços de educação, referenciadas pelas relações sócio-políticas, históricas e culturais para o alcance da docência. A construção da identidade do professor mediante as trajetórias de formação, produção de saberes e aprendizagem docente, buscando o desenvolvimento em nível profissional. Os temas que serão abordados na formação docente envolvem desafios ao nível das concepções, das atitudes, da ação e da interlocução dos próprios estilos de novos saberes. Investigar a influência das Novas Tecnologias na relação ensino-aprendizagem, relativa tanto como no suporte aos procedimentos já estabelecidos quanto à concepção de processos inovadores, visando à aquisição e à reinvenção de competências diferenciadas pelos docentes durante sua formação profissional. Contempla, ainda, a elaboração de plataformas e modelos inovadores em educação, baseados nas Novas Tecnologias de Informação e Comunicação.

Grupos de Trabalho

GT 1 NOVAS TECNOLOGIAS DE ENSINO E APRENDIZAGEM


PROJETO: MEDIAÇÃO PEDAGÓGICA E TECNOLÓGICA EM AMBIENTES IMERSIVOS


PROFESSOR RESPONSÁVEL: Alvino Moser

DESCRIÇÃO: Este projeto visa o estudo, o desenvolvimento e aplicação de processos educacionais gamificados em ambientes virtuais imersivos como forma de mediação pedagógica e tecnológica. Visa a formação docente do ensino fundamental e médio, capacitando os professores no uso aplicado de tais tecnologias. Estes ambientes constituem maneiras de despertar a emoção e a motivação para a aprendizagem (OCDE) e para isso, prevê a construção de ferramentas disponibilizadas pelo mesmo ambiente, fundamentados em Johan Huizinga, Karl Kapp, Marc Prensky, Amy Jo Kim, Jane MacConnigal, Mihály Csíksentmihalyi, Eric Zimmerman, Luciano Meira entre outros. Ter-se-á em vista a necessidade de atentar para a carga cognitiva, segundo os estudos da neuroespistemologia (Gerald Edelman, Etienne Wenger, Nicholas Carr e Eric Kandel). No decorrer do projeto os pesquisadores serão desafiados a produzir textos científicos, seminários e apresentação de produtos.


 


PROJETO: DIVERSIDADE ÉTNICA, CULTURAL E TECNOLOGIAS IMERSIVAS


PROFESSOR RESPONSÁVEL: Dr. Germano Bruno Afonso

DESCRIÇÃO: O objetivo desta pesquisa é utilizar as tecnologias imersivas, tal como o Observatório Solar Indígena em Realidade Virtual Imersiva, que desenvolvemos, para estudar, na prática, o desenvolvimento cognitivo, em diferentes culturas, tais como ocidental, indígena e quilombola, bem como para comparar os resultados obtidos. A fundamentação teórica da pesquisa será baseada, principalmente, nos trabalhos sobre teorias cognitivas desenvolvidas por John Sweller e por Richard Mayer, que aplicaram alguns testes cognitivos, mas somente em estudantes ocidentais e com multimídias que não envolviam a Realidade Virtual Imersiva. Os resultados da pesquisa poderão servir como subsídio à implementação efetiva da Lei 11.645/2008, que tornou obrigatório o ensino da História e Cultura Afro-Brasileira e Indígenas na Educação Básica.


 


PROJETO: SIMULAÇÃO COMPUTACIONAL E ROBÓTICA EDUCACIONAL


PROFESSOR RESPONSÁVEL: Dr. Luciano Frontino de Medeiros

DESCRIÇÃO: "Este projeto contempla a criação, o desenvolvimento e a aplicação de simuladores de software e hardware em propostas que visam o melhoramento dos processos de ensino e aprendizagem. O uso de simuladores na área educacional apresenta potencial para a adoção de ferramentas que possam complementar os processos de ensino e aprendizagem em diferentes modalidades de ensino. O projeto prevê a construção de simuladores com inteligência artificial embutida para proporcionar uma melhor interação com os aprendizes dos conteúdos, tais como assistentes pessoais e cognitivos desenvolvidos em projetos anteriores. A simulação em hardware prevê a robótica educacional considerada a partir de propostas modulares de baixo custo, com o uso de materiais recicláveis e reutilizáveis, assim como peças e componentes construídos em impressoras 3D. Tais projetos serão considerados para a formação de docentes do ensino fundamental e médio, visando capacitar os professores no uso aplicado de tais tecnologias em processos inter e multidisciplinares de ensino e aprendizagem."


 


PROJETO: INDÚSTRIA CULTURAL E NOVAS TECNOLOGIAS EDUCACIONAIS


PROFESSOR RESPONSÁVEL: Dr. Rodrigo Otávio dos Santos

DESCRIÇÃO: O projeto de pesquisa em Indústria Cultural e novas tecnologias educacionais visa pesquisar acerca dos fenômenos educacionais que podem ser otimizados ou reforçados por meio de elementos da Indústria Cultural e sua força comunicacional nas mais diferentes esferas da sociedade. A Indústria cultural, termo cunhado e disseminado pela escola de Frankfurt a partir da década de 1930 principalmente com Walter Benjamin, Theodor Adorno e Max Horkheimer nos ajuda a compreender melhor fenômenos relativamente recentes na sociedade, e por meio dele podemos explicar fenômenos como a fotografia, o cinema, a televisão, a internet e diversas outras mídias que se utilizam do mercado de bens simbólicos, como diria Bourdieu.

Atualmente podemos dizer, como o faz McLuhan, que estamos imersos em um cotidiano onde estas formas comunicacionais nos rodeiam de tal forma que não conseguimos ficar alheios. Ainda que tentemos, não há possibilidade de ficarmos afastados. A comunicação de massa é uma das maiores influenciadoras do mundo contemporâneo, e nos pautamos de forma até mesmo pouco saudável em relação a elas. Assim, para tirarmos vantagem da ubiquidade da relação entre as pessoas e os produtos culturais propomos um projeto de pesquisa que alie a educação ao fenômeno comunicacional, uma vez que boa parte do processo educacional se dá em forma de comunicação. Assim, utilizaremos quaisquer ferramentas da indústria cultural para promover uma melhor relação ensino-aprendizagem. Entre elas, podemos destacar os jogos e os videojogos (videogames), cinema, vídeo, música, histórias em quadrinhos, dança, redes sociais de internet, blogs e qualquer outro suporte que podem ajudar alunos dos mais diferentes níveis educacionais, da educação infantil à pós-graduação e também cursos livres ou mesmo a autoaprendizagem. Na questão educacional, nos pautaremos em diversos autores como Tori, Prensky, Lemos, Napolitano, Ramos, Vergueiro, Ferreira entre muitos outros. A investigação dar-se-á por meio de encontros do grupo de pesquisa e dos desdobramentos destas reuniões para artigos e dissertações de mestrado doa alunos, tentando ao máximo levar os resultados destas para a comunidade, para a aplicação em diferentes contextos educacionais.


 


PROJETO: ASPECTOS TEÓRICOS-METODOLÓGICOS EM EDUCAÇÃO CIENTÍFICA E TECNOLÓGICA NA PERSPECTIVA CTS


PROFESSOR RESPONSÁVEL: Dr. Mario Alencastro

DESCRIÇÃO: Os estudos sobre “Ciência, Tecnologia e Sociedade - CTS” representam uma análise crítica e interdisciplinar para a compreensão do fenômeno científico-tecnológico no que diz respeito aos seus impactos na sociedade e meio ambiente. No âmbito educacional, a perspectiva CTS surge como uma alternativa de organização curricular, cuja principal característica seria a abordagem dos conteúdos científicos e tecnológicos em seus contextos sociais, preparando assim os discentes para o pleno exercício da cidadania. O presente projeto de pesquisa insere-se neste cenário e representa um esforço investigativo voltado para a compreensão das questões epistemológicas que circundam os processos de construção e apropriação do conhecimento científico-tecnológico e seus desdobramentos em contextos educacionais formais e não formais. Por se tratar de um projeto “guarda-chuva”, abarcará diversas áreas de investigação que contemplarão, dentre outras, as seguintes temáticas: “Configurações curriculares sob o enfoque CTS”; “Práticas inovadoras de ensino com ênfase nos estudos em Ciência, Tecnologia e Sociedade”; “Formação docente e educação tecnológica”; Alfabetização e letramento científicos e tecnológicos”; “CTS na educação ambiental”.


 


PROJETO: EDUCAÇÃO HÍBRIDA: METODOLOGIAS E OBJETOS DE APRENDIZAGEM DIGITAIS EM AMBIENTES DE MOBILIDADE TECNOLÓGICA


PROFESSOR RESPONSÁVEL: Dra. Marilene Santana dos Santos Garcia

DESCRIÇÃO: “Educação híbrida, metodologias e objetos de aprendizagem digitais em ambientes de mobilidade tecnológica”- visa discutir, aprofundar e aplicar o conceito de educação híbrida em objetos de aprendizagem, gerar interfaces de atividades para aplicativos educacionais, bem como produzir publicações acadêmicas, em nível nacional e internacional, que levem à repercussão dessa temática. Busca-se, em seu primeiro momento, uma sustentação teórica mais consistente sobre o conceito de aprendizagens e ensino híbrido, práticas consolidadas, como também processos de construção de design de aplicativos com foco no público-alvo do nível de EJA, para melhorar capacidades de leitura, eliminando ou mitigando o analfabetismo funcional nos contextos focados na pesquisa.


 


PROJETO: SEMIÓTICA, GAMES E NOVAS MÍDIAS APLICADAS À EDUCAÇÃO


PROFESSOR RESPONSÁVEL: Dra. Patrícia Margarida Farias Coelho

DESCRIÇÃO: A semiótica de linha discursiva caracteriza-se como uma teoria que investiga a significação nos e pelos textos, e, por isso, ela nos permite compreender o universo dos games e das novas mídias aplicadas ao ambiente educativo. Os games permitem aos alunos aprenderem de forma lúdica e interativa enquanto as novas mídias (conjunto de diferentes meios de comunicação emergentes da evolução da internet) possibilitam que aos alunos se relacionem entre si, a partir de diferentes aparatos tecnológicos. Portanto, esse grupo de pesquisa tem o objetivo de entender e discutir as transformações educacionais e discursivas que emergiram com a evolução dos games e a proliferação das novas mídias, a partir de uma perspectiva semiótica, que nos possibilite refletir sobre a Educação e os alunos do Século XXI. Para isso, propomos realizar diferentes leituras em encontros a serem efetivados quinzenalmente. O arcabouço teórico se sustentará em investigadores da semiótica francesa (GREIMAS e COURTÉS, 2008; OLIVEIRA, 2010, 2008; BARROS, 2002, 1999; FIORIN, 2012; 2010; 2007), pesquisadores das novas mídias como, por exemplo, McLuhan (2010), Levy (2009) e Castells (20013) e estudiosos da Educação Digital e dos Games (SANTAELLA, 2012; 2010; 2009; PRENSKY, 20011; 2007; COELHO, 2013; 2012 e MATTAR, 2013, 2014), dentre outros. Dessa forma, nesse grupo buscaremos compreender, a partir de visada semiótica, como a Educação está tendo que se transformar para acolher os nativos digitais, e, de que maneira os games e as novas mídias podem auxiliar o trabalho pedagógico do professor como novas e importantes ferramentas didáticas que tornam a aula mais interativa, lúdica e participativa.


 


PROJETO: FORMAÇÃO DOCENTE NO CONTEXTO DA SUA PRÁTICA: INTEGRAÇÃO SIGNIFICATIVA DAS TIC


PROFESSOR RESPONSÁVEL: Dra. Luana Priscila Wunsch

DESCRIÇÃO: O presente Projeto de Pesquisa vem em busca de respostas a um desafio que as instituições educacionais, sejam privadas ou públicas, enfrentam atualmente: a formação do professor de forma contextualizada à sua prática cotidiana, às especificidades da aprendizagem dos seus alunos, à sua realidade nos diferentes níveis de ensino - da Educação Básica e da Educação Superior,

Para tal, tendo como base teórica os estudos de António Nóvoa e de David Ausubel, os pesquisadores têm como objetivos:

- Participar de debates sobre: a prática do docente brasileiro no século XXI, o papel das tecnologias da informação e comunicação (TIC) em prol da otimização da qualidade da aprendizagem do professor e do aluno; formação docente para uma aprendizagem significativa em contexto escolar; comunidade de aprendizagem; encurtamento das distâncias entre Universidade e Escola, teoria sobre formação e prática efetiva do professor;

- Mapear os recursos tecnológicos existentes em instituições de ensino e suas possíveis aplicabilidades pedagógicas;

- Organizar, e aplicar, um plano de intervenção, na qual condiz um curso de formação docente em contexto a partir do plano de aula do professor;

- Ser agente integrante de uma comunidade de aprendizagem sobre formação de professores.

Por meio do escopo apresentado, destaca-se a missão do projeto de forma geral: a criação de uma rede de conhecimento que poderá abordar as dimensões, individuais e coletivas, para a potencialização de múltiplas e variadas situações de aprendizagem para o professor com as quais os professores podem atuar como profissionais inovadores em uma cultura digital em evolução.


GT 2 EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA


PROJETO: O CURRÍCULO E O EGRESSO NA EDUCAÇÃO HÍBRIDA E A DISTÂNCIA


PROFESSOR RESPONSÁVEL: Dra. Dinamara Pereira Machado

DESCRIÇÃO: O Grupo de Pesquisa “ O Currículo e o Egresso na Educação Presencial, Híbrida e a Distância ” tem por objetivo investigar qual a potencialidade das modalidades de ensino, a partir das políticas públicas, das mudanças na transposição didática do docente e as implicações na profissionalização do egresso.  Busca-se revistar os fundamentos históricos epistemológicos das modalidades. Reconhecer como acontece aprendizagem a partir das TICs. Analisar a proposta curricular de alguns cursos e algumas atividades práticas; Analisar as práticas desenvolvidas pelos egressos dos cursos pesquisados em sua atuação profissional. Dar voz aos egressos mostrando como percebem sua formação e atuação no mercado de trabalho.​


 


PROJETO: DOCÊNCIA E APRENDIZAGEM PARA O ENSINO HÍBRIDO E EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA


PROFESSOR RESPONSÁVEL: Dra. Siderly do Carmo Dahle de Almeida

DESCRIÇÃO: Ao tratar da Educação a Distância - EAD, é importante lembrar que a Portaria no. 4.059, de 10 de dezembro de 2004 em seu art. 1º., parágrafos 1º. e 2º., considerando o disposto no art. 81 da Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional no. 9.394/96, orienta que mesmo os cursos presenciais podem ter momentos a distância. É o chamado ensino semipresencial, ou educação híbrida ou ainda blended learning.

 Tendo em vista este quadro, é essencial salientar que não apenas professores que desejam desempenhar papel docente na EAD precisam estar preparados para tal função, mas todos os professores de modo geral, pois é bem possível que em algum momento venham atuar em tal modalidade, ainda que de modo semipresencial.

 Este projeto tem por objetivo compreender como ocorrem os procedimentos de ensino e de aprendizagem na EAD; verificar como se organiza e planeja uma aula em tal modalidade; apresentar o estúdio como espaço docente; analisar como ocorre o processo de ensino e de aprendizagem no ambiente virtual de aprendizagem e as principais distinções entre aula ao vivo e aula gravada.


GT 3 EDUCAÇÃO BÁSICA E TECNOLOGIAS EDUCACIONAIS


PROJETO: FORMAÇÃO DE PROFESSORES, INOVAÇÕES METODOLÓGICAS E TECNOLÓGICAS NO COTIDIANO ESCOLAR


PROFESSOR RESPONSÁVEL: Dr. Ademir Aparecido Pinhelli Mendes

DESCRIÇÃO: O Projeto de Pesquisa Formação de Professores e Inovações Metodológicas e Tecnológicas no Cotidiano Escolar propõe agregar pesquisadores e estudantes de graduação e de pós-graduação de diferentes áreas e níveis de conhecimento. O projeto de pesquisa objetiva realizar estudo da formação de professores e as inovações metodológicas e tecnológicas no cotidiano escolar. Pretende desenvolver pesquisas de caráter qualitativo em uma perspectiva interdisciplinar, buscando ampliar os horizontes de análise teórico-prática, bem como contribuir para o desenvolvimento de excelência educacional no contexto de sua inserção institucional por meio da publicação de artigos científicos, realização de eventos acadêmicos e proposta de novos projetos de pesquisa. O projeto de pesquisa abrange um amplo espectro de objetos e campos de estudos relacionados à formação de professores nas licenciaturas e na pós-graduação Lato e Stricto Sensu das diferentes áreas de conhecimento. É objetivo investigar como os rituais de aprendizagem utilizados em diferentes níveis e modalidades de ensino contribuem para a excelência da aprendizagem dos estudantes, bem como contribuir para o desenvolvimento e aprimoramento da formação de professores com metodologias de ensino-aprendizagem inovadoras apoiadas nas novas tecnologias da informação e comunicação.


 


PROJETO: IMPACTOS DE PROGRAMAS DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA E INICIAÇÃO À DOCÊNCIA NO DESENVOLVIMENTO PROFISSIONAL DE PROFESSORES CONSIDERANDO TECNOLOGIAS COMO APORTE METODOLÓGICO DE APOIO PEDAGÓGICO


PROFESSOR RESPONSÁVEL: Dr. Ivo José Both

DESCRIÇÃO: A investigação focaliza as séries finais de formação (graduação) e anos iniciais de trabalho, procurando estabelecer relações entre formação em pesquisa e suas implicações com a profissionalização do professor. As principais referências internacionais desta pesquisa são: NÓVOA, A. (1992); CARR, W. e KEMMIS, S. (1988); ELLIOTT, J. (2000) JOSSO, M.C. (2004) e as principais referências nacionais desta pesquisa são BUENO, O B; CATANI, D B; SOUSA, C P. (1998) FORMOSINHO, J. (2001); TARDIF, M.; ZOURHAL, A. (2005); GATTI, B. A. (2006, 2009). Considerando o alcance e significado dos programas de incentivo de fomento à formação do professor, urge indagar a respeito dos impactos desses programas na profissionalização docente. Nesse sentido, a questão básica desta investigação é: “quais são os impactos dos projetos de incentivo à pesquisa no desenvolvimento profissional?” O objetivo desta pesquisa é compreender o impacto dos projetos de iniciação à pesquisa ofertados nos cursos de formação docente aos professores ao longo de sua experiência profissional.


Estrutura Curricular

Para o cumprimento das premissas acima enunciadas em objetivos e perfil, articulada à referida linha de pesquisa, o Programa contempla a seguinte estrutura curricular:
  1. a) Disciplinas Obrigatórias: relativas ao núcleo de fundamentos da educação e pesquisa, totalizam 12(doze) créditos obrigatórios, incluindo-se o Seminário de Dissertação.
  • Pesquisa em Educação,
  • Tendências da Educação Contemporânea,
  • Tecnologias Educacionais,
  • Seminário de Dissertação;
  1. b) Disciplinas Optativas: orientadas de acordo com as especificidades dos objetivos do Programa, tais disciplinas articulam o saber acadêmico, à pesquisa e à prática educativa, são elas:
  • Fundamentos da Mediação Tecnológica,
  • Políticas Educacionais,
  • Aprendizagem e Desenvolvimento,
  • Avaliação Educacional,
  • Inteligência Artificial Aplicada à Educação,
  • Ciência Tecnologia e Sociedade,
  • Fundamentos Políticos e Pedagógicos da Educação a Distância;
  1. c) Atividades Programadas: com o objetivo de aprofundamento teórico e verticalização das investigações, bem como dos processos relativos à prática docente, tais atividades pretendem aprofundar o conhecimento relativo aos temas atuais alusivos aos objetivos do Programa, articulados às necessidades evidenciadas pelo processo formativo e investigativo dos discentes. Deste modo, temos:
    • Seminário de Formação Docente e Seminário de Novas Tecnologias: visa o aprofundamento teórico-prático das investigações, a partir da abordagem de temas atuais, alusivos aos objetivos do Programa. Desenvolvida por professores visitantes, em atividades de cooperação acadêmica, tais atividades têm como metodologia, ciclos de palestras e mesas redondas, abordando temáticas articuladas às necessidades evidenciadas pelo processo investigativo dos discentes.
    • Docência Orientada: atividade regulamentada pela CAPES, com o intuito de articular a graduação e a pós-graduação stricto sensu, proporciona ao mestrando prática de docência no ensino superior. O aluno deverá realizar, no mínimo, 1 (uma) docência orientada ao longo do curso;
    • Produção bibliográfica e técnica: visa o aperfeiçoamento dos modos de investigação, sistematização e exposição dos dados relativos às pesquisas individuais. Cada discente, para validar sua defesa de dissertação, deve ter, pelo menos, 1 (um) artigo encaminhado para uma revista de extrato B2, da área de avaliação do Programa – Educação.
    • Participação em Grupos de Trabalho: Cada mestrando, de acordo com seu objeto de pesquisa e indicação do orientador, deverá participar de, pelo menos, um Grupo de Trabalho, colaborando na sistematização, produção e publicação dos conhecimentos a ele atinentes. Ressalta-se que os GTs se encontram abertos à participação dos alunos do Programa, da Graduação e das Especializações, dentro de cada área específica do conhecimento. Neste sentido, o NUPE-TEC conta, atualmente, com 3 (três) Grupos de Trabalho (GTs), correspondentes à linha de pesquisa Formação Docente e Novas Tecnologias na Educação. Apresentamos a seguir, suas denominações:
      • GT1 – NOVAS TECNOLOGIAS DE ENSINO E APRENDIZAGEM
      • GT2 – EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA
      • GT3 – EDUCAÇÃO BÁSICA E TECNOLOGIAS EDUCACIONAIS
  1. d) Qualificação e defesa

Plano de Integralização dos Créditos

No Centro Universitário Internacional - UNINTER, cada 15 (quinze) horas equivalem a 01 (um) crédito. Com base nesse critério institucional, para o cumprimento pleno das atividades do PPGENT e visando à obtenção do título de Mestre, o aluno deverá preencher os seguintes requisitos:

ÁREA DE CONCENTRAÇÃO: Educação e Novas Tecnologias

LINHA DE PESQUISA: Formação Docente e Novas Tecnologias na Educação

ESTRUTURA CURRICULAR

CARGA HORÁRIA

Créditos

Hora/
Estudo

Semestres

Total

DISCIPLINAS OBRIGATÓRIAS

12

180

1º e 2º

4 disciplinas

DISCIPLINAS OPTATIVAS

9

135

1º e 2º

3 disciplinas optativas

ATIVIDADES COMPLEMENTARES

3

45

1º, 2º,
3º e 4º

Seminário de Formação Docente e Seminário de Novas Tecnologias, Docência Orientada, Produção Bibliográfica e Técnica; Participação em Grupos de Trabalho

QUALIFICAÇÃO E DEFESA DA DISSERTAÇÃO

6

90

3º e 4º

Qualificação e Defesa da Dissertação

TOTAL

30

450

xxx

xxx

Obs.:   O aluno que apresentar a comprovação dos três créditos referentes às atividades complementares aprovadas pelo Colegiado de Curso e tenha concluído créditos a mais, poderá solicitar equivalência de créditos de uma atividade complementar para 1 (uma) disciplina isolada, desde que esta, tenha equivalência a 3 (três) créditos e seja um dos Seminários de Formação Docente ou Seminário de Novas Tecnologias, uma Docência Orientada ou uma Produção Bibliográfica publicada na área de avaliação do Programa – Educação, com Qualis mínimo B2.

Coordenação

COORDENAÇÃO: Profº Dra: Siderly do Carmo Dahle de Almeida

Contato: siderly.a@uninter.com


VICE-COORDENAÇÃO: Profº Dr. Luciano Frontino de Medeiros

Contato: luciano.me@uninter.com



Atual Corpo Docente


Profº Drº Alvino Moser
Ver Currículo


Profº Drº. Ademir Aparecido Pinhelli Mendes
Ver Currículo


Prof.ª Dr.ª Dinamara Pereira Machado
Ver Currículo


Profº Drº Germano Bruno Afonso
Ver Currículo


Profº Drº Ivo José Both
Ver Currículo


Profº Drº Luciano Frontino de Medeiros
Ver Currículo


Profª Drª Luana Priscila Wunsch
Ver Currículo


Prof.ª Dr.ª Marilene Santana dos Santos Garcia
Ver Currículo


Profº Drº Mário Sérgio Cunha Alencastro
Ver Currículo


Prof.ª Dr.ª Patrícia Margarida Farias Coelho
Ver Currículo


Profº Drº Rodrigo Otávio dos Santos
Ver Currículo


Prof.ª Dr.ª Siderly do Carmo Dahle de Almeida
Ver Currículo



CORPO TÉCNICO


Profº Dr Benhur Etelberto Gaio
Ver Currículo


Profº Dr Marco Antonio Masoller Eleuterio
Ver Currículo



Cronograma

CRONOGRAMA MESTRADO MARÇO 2017

EVENTO

PERÍODO/HORÁRIO

LOCAL E OBSERVAÇÕES

INSCRIÇÕES

De 05/10/2016 a 03/02/2017

Até às 23h

Internet uninter.com/mestrado

Central de Atendimento com o Cliente (CRC) 0800 702 0500

VALOR DA TAXA DE INSCRIÇÃO E

PRAZO FINAL PARA PAGAMENTO

R$ 80,00

Até 06/02/2017

Internet uninter.com/mestrado

Quitação do boleto: Rede bancária/lotéricas ou Central de Atendimento[1]

PRAZO FINAL DE ENTREGA DOS DOCUMENTOS PELO CORREIO (VIA SEDEX)

Até 27/01/2017

Exclusivamente via correio (via Sedex)

PRAZO FINAL DE ENTREGA DOS DOCUMENTOS PESSOALMENTE

Até 06/02/2017

Central de Atendimento[1]

PROVA ESCRITA

08/02/2017

Às 08h30

Campus Divina[2] (Observar ensalamento automático no Comprovante de Inscrição. Comparecer com 20 min de antecedência)

PROVA DE LÍNGUA ESTRANGEIRA

Dia 08/02/2017

Às 14h

Campus Divina[2]

(Observar ensalamento automático no Comprovante de Inscrição. Comparecer com 20 min de antecedência)

ANÁLISE DO CURRÍCULO E ANTEPROJETO

De 09/02/2017 a 10/02/2017

Coordenação de Mestrado[2]

AGENDAMENTO DE ENTREVISTA

De 13/02/2017 a 14/02/2017

Sujeito a Agendamento

RESULTADO FINAL

16/02/2017

Internet uninter.com/mestrado

Central de Atendimento com o Cliente (CRC) 0800 702 0500

Em EDITAL na Central de Atendimento[1]

PAGAMENTO DA PRIMEIRA MENSALIDADE (1º parcela/taxa de matrícula)

De 16/02/2017 a 21/02/2017

Internet uninter.com/mestrado

Quitação do boleto: Rede bancária/lotéricas ou Central de Atendimento[1]

PRAZO PARA MATRÍCULA E ASSINATURA DO CONTRATO

De 17/02/2017 a 24/02/2017

Exclusivamente na Central de Atendimento[1]

INÍCIO DAS AULAS

02/03/2017

Campus Divina[2]

[1] Endereço Campus Tiradentes: Rua Saldanha Marinho, 131, 1º andar, CEP: 80410-150, Centro, Curitiba/Pr. (de segunda a sexta-feira das 9h às 21h).

[2] Endereço Campus Divina: Rua do Rosário, nº 147, Centro, Curitiba/Pr.

Disciplinas Isoladas

CLIQUE PARA para fazer inscriçao para DISCIPLINAS ISOLADAS

DISCIPLINA

CARGA HORÁRIA

CRÉDITOS

OPTATIVAS/ISOLADAS

Aprendizagens Ativas Digitais e Metodologias Hibridas

45

3

Avaliação como Processo Educativo

45

3

Ciência Tecnologia e Sociedade

45

3

Diversidade Étnica e Cultural E Novas Tecnologias

45

3

Docência e Inovação na Educação Superior

45

3

Formação Docente em Contexto Inovador

45

3

Fundamentos da Educação à Distância

45

3

Fundamentos Epistemológicos da Mediação Tecnológica

45

3

Inteligência Artificial Aplicada à Educação

45

3

Indústria Cultural e Formação Docente

45

3

Processos de Ensino e Aprendizagem no Século XXI

45

3

Semiótica Aplicada à Educação

45

3



Aprendizagens Ativas Digitais e Metodologias Hibridas

Avaliação como Processo Educativo

Ciência Tecnologia e Sociedade

Diversidade Étnica e Cultural E Novas Tecnologias

Docência e Inovação na Educação Superior

Formação Docente em Contexto Inovador

Fundamentos da Educação à Distância

Fundamentos Epistemológicos da Mediação Tecnológica

Inteligência Artificial Aplicada à Educação

Indústria Cultural e Formação Docente

Processos de Ensino e Aprendizagem no Século XXI

Semiótica Aplicada à Educação

Cronograma de Aulas

CALENDÁRIO QUINZENAL DE AULAS MESTRADO PROFISSIONAL EM EDUCAÇÃO E NOVAS TECNOLOGIAS

QUINTA-FEIRA

MARÇO

ABRIL

MAIO

JUNHO

JULHO

TOTAL DE DIAS LETIVOS

C.H. TOTAL

2, 16 e 30

6 e 27

11 e 25

8 e 22

6 e 13

11

45 horas

SEXTA-FEIRA

MARÇO

ABRIL

MAIO

JUNHO

JULHO

TOTAL DE DIAS LETIVOS

C.H. TOTAL

3, 17 e 31

7 e 28

12 e 26

9 e 23

7 e 14

11

45 horas

Horário e Disciplinas Ofertadas

GRADE HORÁRIA – 1º SEMESTRE – 2017

 

Horário

Quinta

Sexta

08:00
às
12:20

DISCIPLINAS OBRIGATÓRIAS

Pesquisa em Educação
Turma 2017/01
RESPONSÁVEL: Prof. Dr. Ademir Pinhelli
*Prof. Dr. Alvino Moser
*Prof. Dr. Ivo José Both
*Profª. Dra. Dinamara Pereira Machad

SALA 72

Seminários de Dissertação
Turma 2016/02
RESPONSÁVEL: Profª Dra. Siderly do Carmo Dahle de Almeida 
*Prof. Dr. Ademir Pinhelli
*Prof. Dr. Alvino Moser
*Profª. Dra. Dinamara Pereira Machado
*Prof. Dr. Germano Bruno Afonso
*Prof. Dr. Ivo José Both
*Profª. Dra. Luana Priscila Wunsch
*Prof. Dr. Luciano Frontino de Medeiros
*Profª. Dra. Marilene Santana dos Santos
*Profª. Dra. Patrícia Margarida Farias de Coelho
*Prof. Dr. Mario Alencastro
*Prof. Dr. Rodrigo Otávio dos Santos 

SALA 73

Tendências da Educação Contemporânea
Turma 2016/02
RESPONSÁVEL: Profª. Dra. Luana Priscila Wunsch
*Profª. Dra. Siderly do Carmo Dahle de Almeida
*Profª. Dra. Marilene Santana dos Santos
*Profª. Dra. Patrícia Margarida Farias de Coelho 

SALA 72

Tecnologias Educacionais
Turma 2017/01             
RESPONSÁVEL: Prof. Dr. Rodrigo Otávio dos Santos
*Prof. Dr. Germano Bruno Afonso
*Prof. Dr. Mario Alencastro

SALA 73

13h30 às 17h50

DISCIPLINAS OPTATIVAS

Fundamentos Epistemológicos da Mediação Tecnológica
RESPONSÁVEL: Prof. Dr. Alvino Moser

SALA 31

Ciência Tecnologia e Sociedade
RESPONSÁVEL: Prof. Dr. Mario Alencastro

SALA 31

Docência e Inovação na Educação Superior
RESPONSÁVEL: Profª Dra. Siderly do Carmo Dahle de Almeida 

SALA 32

Indústria Cultural E Formação Docente
RESPONSÁVEL: Prof. Dr. Rodrigo Otávio dos Santos

SALA 32

Semiótica Aplicada à Educação
RESPONSÁVEL: Profª Dra. Patrícia Margarida Farias de Coelho 

SALA 33

Aprendizagens Ativas Digitais e Metodologias Hibridas
RESPONSÁVEL: Profª Dra. Marilene Santana dos Santos

SALA 33

Calendário Acadêmico

CLIQUE AQUI para acessar o calendário acadêmico.

Defesas 2017/01

Dissertações Defendidas

TURMA 2014/01

 

  • CLAUDIA FERNANDA SANTOS KLOSTERMANN
TÍTULO: “APRENDIZAGEM E DESENVOLVIMENTO EM EJA EAD: QUESTÕES SOBRE O PRINCÍPIO DA AUTONOMIA DISCENTE.”

 

  • EDNELSON QUEIROZ SOBRA
TÍTULO: “LIMITES E POSSIBILIDADES DA SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO, CULTURA E ESPORTES DE FAZENDA RIO GRANDE NA FORMAÇÃO CONTINUADA DOS PROFESSORES (2008-2014).”

 

  • ELAINE CRISTINA HOBMEIR
TÍTULO: “FLIPPED CLASSROOM: AS PRÁTICAS DOS ALUNOS INSERIDOS NOS CURSOS SEMIPRESENCIAIS DE GESTÃO.”

 

  • ELIZANE ANDRADE DA SILVA
TÍTULO: “POSSIBILIDADES, LIMITES E DESAFIOS PARA A INCLUSÃO DE ALUNOS COM DEFICIÊNCIA NO ENSINO SUPERIOR – LEGISLAÇÃO, REFLEXÕES E APONTAMENTOS.”

 

  • GICELE APARECIDA WORMSBECHER DE OLIVEIRA
TÍTULO: “AMBIENTE VIRTUAL DE APRENDIZAGEM MOODLE NA ESCOLA PÚBLICA, NÍVEIS MÉDIO E FUNDAMENTAL II, NA MODALIDADE PRESENCIAL: LIMITES E POSSIBILIDADES.”

 

  • JANE LANZARIN
TÍTULO: “A TERCEIRA IDADE NA EJA: O IDOSO E A TECNOLOGIA NO AMBIENTE ESCOLAR.”

 

  • LIGIA LOBO DE ASSIS
TÍTULO: “PRESCRIÇÕES E PRÁTICAS DE ENSINAR A ENSINAR: METODOLOGIAS DE ENSINO NO CURSO DE FORMAÇÃO DE DOCENTES EM NÍVEL MÉDIO EM CURITIBA (2004 – 2014).”

 

  • MIRIAN RAMOS MARQUES
TÍTULO: “CULTURA MATERIAL ESCOLAR, PATRIMÔNIO E TECNOLOGIAS: OS OBJETOS DE ENSINO DO GINÁSIO SÃO JOSÉ DA LAPA – PARANÁ (1949-1981).”

 

  • RUTH RAPAPORT
TÍTULO: “MOBILE LEARNING: O PROFESSOR FRENTE AO "COMO UTILIZAR" APLICATIVOS MÓVEIS NO ENSINO DO INGLÊS NO SÉCULO XXI.”

 

  • WILSON ROBERTO FRANCISCO PEREIRA
TÍTULO: “ALTAS HABILIDADES/SUPERDOTAÇÃO E ROBÓTICA: RELATO DE UMA EXPERIÊNCIA DE APRENDIZAGEM A PARTIR DE VIGOTSKY.”

 

TURMA 2014/02

 

  • ANDREA FRANCINE DE CAMARGO
TÍTULO: “FORMAÇÃO CONTINUADA DE PROFESSORES PARA O USO DOS DISPOSITIVOS MÓVEIS: UMA ANÁLISE DE EXPERIÊNCIA SOB A PERSPECTIVA DA TEORIA DA ATIVIDADE.”

 

  • ANTÔNIO CARLOS NOVAES DE SOUZA
TÍTULO: “AULA INVERTIDA: PERCEPÇÕES DE ESTUDANTES DO ENSINO SUPERIOR TECNOLÓGICO.”

 

  • CRISTINA FRATES CARLOTTO
TÍTULO: “A MEDIAÇÃO NAS SALAS DE RECURSOS MULTIFUNCIONAL: ESTUDO DE CASO NOS PRINCÍPIOS DA REGIONAL DE UNIÃO DA VITÓRIA (2007 – 2015).”

 

  • FAGNER ALEXANDRE SOTORRIVA NECKEL
TÍTULO: “DESENVOLVIMENTO DE OBJETO DIGITAL PARA MOBILE LEARNING NA FORMAÇÃO INICIAL DE PROFESSORES.”

 

  • LAURIANE LOURENÇO LEAL CABRAL
TÍTULO: “UTILIZAÇÃO DO FACEBOOK COMO FERRAMENTA PEDAGÓGICA PARA TRABALHAR A TEMÁTICA AMBIENTAL EM CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA.”

 

  • LIDIANE RIBEIRO DA SILVA DE SOUZA
TÍTULO: “UMA PROPOSTA DIDÁTICO-PEDAGÓGICA PARA CURSO SUPERIOR DE TEOLOGIA NA MODALIDADE EAD COM PRÁTICA INOVADORA.”

 

  • MARIA NACYR FERREIRA
TÍTULO: “FORMAÇÃO CONTINUADA DOS PROFESSORES DO NÚCLEO DE TECNOLOGIA MUNICIPAL DE CAMPO LARGO NO PERÍODO DE 2009 A 2015.”

 

  • PATRICIA BERALDO
TÍTULO: “EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA E FORMAÇÃO DOCENTE: PROJETO EDUPESQUISA (2014-2015).”

 

  • PATRÍCIA ELIZA DVORAK
TÍTULO: “AS TECNOLOGIAS EDUCACIONAIS NA EVASÃO DOS CURSOS DE EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA: UMA PESQUISA DO TIPO ESTADO DA ARTE.”

 

  • ROBERTA GALON SILVA
TÍTULO: “ENSINO PERSONALIZADO EM AMBIENTE VIRTUAL DE APRENDIZAGEM PARA CONTEXTO UNIVERSITÁRIO.”

 

  • SOLANGE HEYDA DE ALMEIDA
TÍTULO: “CURSO DE AGROECOLOGIA PARA AS ESCOLAS LOCALIZADAS NO CAMPO: UMA PROPOSTA DE FORMAÇÃO CONTINUADA NO MUNICÍPIO DE CAMPO LARGO/PR.”

 

  • TATIANA KOUBAY DO AMARAL
TÍTULO: “USO DA LOUSA DIGITAL NAS PRÁTICAS PEDAGÓGICAS E A FORMAÇÃO CONTINUADA DOS PROFESSORES DA EDUCAÇÃO BÁSICA NA REGIÃO DE TIBAGI/PR.”

 

  • TATIANE KUCKEL
TÍTULO: “UMA PROPOSTA DE JOGO DIGITAL EDUCACIONAL PARA ARTES VISUAIS USANDO A ABORDAGEM TRIANGULAR.”

 

  • THAÍS CHRISTOVAM PAMPLONA
TÍTULO: “CONTRIBUIÇÕES DA TECNOLOGIA ASSISTIVA NA APRENDIZAGEM ON-LINE, DE ALUNOS DA EDUCAÇÃO SUPERIOR COM DEFICIÊNCIA FÍSICA NOS MEMBROS SUPERIORES.”

 

TURMA 2015/01

 

  • CLAUDIA MORAIS FARIA LAZZAROTTO
TÍTULO: “TECNOLOGIAS EDUCACIONAIS NA PRÁTICA PEDAGÓGICA DOS PROFESSORES DE MEDICINA EM CURITIBA (2013-2015).”

 

 

  • CRISTINA PEREIRA CHAGAS
TÍTULO: “OS BENEFÍCIOS DOS JOGOS DIGITAIS EM TREINAMENTO COGNITIVO NO APRIMORAMENTO DAS HABILIDADES COGNITIVAS DE PROFESSORES”

 

 

  • LUIZ FERNANDO CORCINI
TÍTULO: “CENÁRIOS IMERSIVOS DE APRENDIZAGEM: A CONSTRUÇÃO DO CONHECIMENTO EM AMBIENTES DE PÓS-GRADUAÇÃO”

 

  • MARCOS ANTONIO FRACARO
TÍTULO: “FORMAÇÃO PARA PEDAGOGOS: UMA PROPOSTA DE CAPACITAÇÃO ON LINE ORGANIZADA PELO PEDAGOGO AOS PROFESSORES DURANTE A HORA ATIVIDADE NAS ESCOLAS PÚBLICAS ESTADUAIS DO MUNICÍPIO DE QUATRO BARRAS/PR.”

 

  • MARIA ADELAIDE GIACOMAZZI
TÍTULO: “PROPOSTA DE APLICATIVO MÓVEL PARA MONITORAMENTO DA AVALIAÇÃO DA APRENDIZAGEM NO ENSINO SUPERIOR.”

 

  • TIAGO MACHADO SARETTO
TÍTULO: “ACESSIBILIDADE DO ALUNO SURDO EM AMBIENTE VIRTUAL DE APRENDIZAGEM NO ENSINO SUPERIOR NA PERCEPÇÃO DO TRADUTOR INTÉRPRETE DE LIBRASL.”

Aluno Egresso / Contato

Caro aluno egresso,
Pedimos que anualmente preencha o formulário de acompanhamento para aluno egresso. Seu contato é muito importante como um dos meios utilizados para avaliarmos a evolução do Programa e sua inserção no mercado de trabalho, além de que com este contato poderemos efetivar a promoção de parcerias, desenvolvimento de projetos, participação em eventos, entre outros. Participe, preencha o formulário e contribua nos contando sobre suas experiências!!!



CLIQUE AQUI E ACESSE o Formulário de acompanhamento do aluno egresso.